agenda
newsletter
bio
  • Leandro Lehart, nasceu no dia 25 de janeiro de 1972, na cidade de São Paulo.

    Filho de músicos, com 5 anos de idade já frequentava as rodas de choro da sua família de tios vindos do interior de Minas Gerais. Seu sonho na infância era fundar uma escola de samba. Desejo que realizou as 9 anos de idade, quando junto com seus amigos de rua, desfilava pelas ruas do bairro da Parada Inglesa, Zona Norte da cidade, como mestre de bateria mirim.

    Se apaixonou pelo samba quando descobriu a geração que frequentava o bloco carioca Cacique de Ramos, Fundo de Quintal, Almir Guinéto, Jorge Aragão, entre outros. Seu primeiro instrumento, o cavaquinho, começou a aprender aos 13 anos, no conservatório musical do Tucuruvi, em são paulo. Meses depois dos primeiros acordes, seu irmão Evandro Art, em 1985, fundou junto com Tcharlinho, Denilson Franco, o grupo Art Popular. Começava tocando já adolescente nos bares de Santana, zona norte de São paulo. Durante anos acompanhou vários artistas com o Art Popular, quando lançaram um disco independente em 1990, “Art Popular, o Canto da Razão”.

    Na sua infância, vivia entre suas várias paixões musicais. O samba, a música brasileira urbana, e a black music vinda dos Estados Unidos e do Reino Unido e seus grandes representantes. Surgia ali, uma conexão entre a música negra feita no Brasil e o que tocava aqui, naquela época; para Lehart duas vertentes mais similares do que distantes. Considerado pela crítica, um dos líderes do movimento do pagode 90, o cantor, compositor, produtor, multi-instrumentista e ativista social Leandro Lehart tem 600 músicas gravadas, dezenas de grandes sucessos, gravados por ele e por vários grupos e e cantores de outros segmentos.

    Lançou 10 discos com o Art Popular, grupo que Leandro Lehart deixou em 2006. Sua carreira solo é composta por 4 álbuns e 3 DVDs. O “samba cura o câncer” movimento idealizado por Lehart em 1997, uniu mais de 40 artistas num disco cantando a música “noite fria” de sua autoria, e hoje esta reunião resultou num grande centro de tratamento contra o câncer em são paulo, o ITACI. Lehart foi pessoalmente receber das mãos do prefeito e do governador, o terreno e hospital, respectivamente.

    Em 2011, LL entrou para o Guinness Book of Records como o músico que reuniu o maior número de percussionistas num mesmo lugar, quando em conjunto com as escolas de samba de São Paulo, na Virada Cultural, fizeram “a maior bateria do mundo” com 1038 ritmistas das 24 agremiações carnavalescas da cidade.

    Em 2012 recebeu o prêmio FEMADUM em contribuição da cultura africana na música brasileira, homenagem feita pelo Olodum. No mesmo ano também foi premiado pelo Instituto Chico Mendes como artista engajado nas questões ambientais e indicado ao prêmio de música brasileira como melhor cantor de 2012.

    Em 2013 Leandro recebeu o Prêmio Cooperifa, em contribuição com a música das periferias. Recentemente recebeu o prêmio de cidadão do samba do Rio Grande do Sul, prêmio concedido apenas aos sulistas, pela produção do primeiro CD e DVD da banda da Saldanha, patrimônio cultural do Rio Grande.

  • Texto para Produção

  • Texto para Gravação/Estúdio

leve O LEANDRO lehart para sua cidade, clique aqui.
Discos
Nova Era CD
Acústico MTV
Canto da Razão
Ao Vivo – Sem Abuso
Temporal
Samba Pop Brasil 2 CD
Contratante
escolha sua opção: Fotos Marca Release
Contatos
Shows: 11 98223-4517 11 7812-3164 E-Mails: